A prospecção de financiamento de novos produtos e novas empresas sempre foi um período de alto risco e motivo do fracasso de muitas ideias. Entretanto, com a invenção da internet foram surgindo diferentes formas de conectar inventores com potenciais investidores. Essas ferramentas evoluíram até o ponto que toda pessoa pode ser investidora de praticamente qualquer produto ou ideia, passando assim a ser chamado de crowdfunding o investimento feito por vários indivíduos através da internet.
Essa facilidade de crédito e fundos tornou viáveis invenções e iniciativas que antes não conseguiriam sair papel, dando o poder para pessoas comuns serem doadoras, investidoras e até mesmo credoras sem necessidade de burocracia.
Entretanto quais são as consequências desse dinheiro fácil na internet? Será que apenas boas ideias são financiadas e vão para o mercado? Essas e outras perguntas serão respondidas pelo membro Gabriel Hartmann de Azeredo em seu quinto seminário no PET-MA