Escrito por Pedro Henrique Ponzoni Favero

Dicas para criar um perfil memorável no LinkedIn

O LinkedIn é a maior rede profissional do mundo, com mais de 645 milhões de usuários em 200 países e territórios. Por isso pode ser uma ferramenta crucial para quem está construindo uma carreira. Um bom perfil no LinkedIn é sinal de interesse profissional, dedicação e proatividade..

Desta forma, existem diversas razões para se utilizar o LinkedIn, dentre elas temos:

Networking: Não importa em que momento profissional você esteja, é importante manter sua rede de contatos aquecida. O LinkedIn é uma ótima ferramenta para isso.

Buscar por emprego: Como já mencionamos, muitos recrutadores conferem os perfis dos candidatos na rede. Por isso, entender como funciona essa rede e ter o perfil em dia, além de manter uma rede sólida de contatos, é indispensável.

Fortalecer sua credibilidade profissional e até melhorar sua posição onde você trabalha: Uma rede de contatos vasta pode ser um impulsionador na sua carreira. Além disso, uma proposta de emprego recebida por ter mantido o seu perfil atualizado, por exemplo ser uma boa forma de iniciar aquela conversa sobre uma tão desejada promoção.

Desta forma, vamos falar nesse post sobre como construir um perfil de destaque na rede para que você seja capaz de evidenciar suas qualidades da melhor forma possível.

Primeira impressão

O resumo do seu perfil é composto de quatro componentes: sua foto, seu background, seu título e a seção “sobre”. Esses quatro componentes juntos compõem a primeira impressão que alguém terá sobre você, e conforme já dizia o ditado “as primeiras impressões são as que ficam”. Portanto é extremamente importante criarmos um bom resumo da nossa pessoa no LinkedIn também, o qual passe confiança, transmita a mensagem desejada e convide as pessoas a verem mais do seu perfil.

Foto de perfil

O primeiro componente é a foto de perfil. Pessoas com foto recebem até nove vezes mais pedidos de amizade e vinte e uma vezes mais visitas no perfil. Percebe-se então a importância de uma boa foto para a construção de um perfil sensacional. Algumas dicas nesse quesito são:

  • Pareça amigável – Sorria! A foto do LinkedIn deve parecer profissional, entretanto isso não quer dizer que tenha que ser extremamente séria.
  • Seu rosto deve ocupar aproximadamente 60% do espaço – Você quer que as pessoas se lembrem de você e para ser lembrado você tem que ser visto!
  • Filtros: usar com muito cuidado. Uma foto preta e branca pode ficar profissional, mas será que a pessoa vai te reconhecer quando te ver? Além disso alguns podem não gostar, outros filtros podem ajudar ou atrapalhar dependo a situação também.
  • Use uma foto de qualidade – Isso não necessariamente significa ter a foto tirada por um fotógrafo profissional. Apenas evite cortar fotos que não foram tiradas com esse propósito, ou selfies evidentes.  Além disso, o tamanho ideal é de 400 x 400 pixels. Uma foto pixelada não contribui em nada para uma boa primeira imagem.
  • O que vestir? – O que você usaria para trabalhar é uma boa opção. Caso esteja buscando por uma nova posição, tente verificar o que as pessoas utilizam para trabalhar nos locais que você está interessado. Uma boa dica é pesquisar pessoas que trabalham na empresa e ver como é a foto delas. De forma geral, para homens: um terno escuro (azul escuro, cinza), nada muito extravagante que distraia a atenção do seu rosto, se você não usa gravata um suéter ou uma jaqueta pode ser interessante para não ficar uma cabeça flutuante, mas uma camisa adequada também funciona. Para mulheres: um terno profissional ou roupas clássicas de escritório nada muito extravagante também. Evite mangas curtas pois pode parecer pouco profissional. Quanto a joias, algo sutil e clássico, evite coisas extravagantes (não queremos que as joias sejam notadas e não o seu rosto).
  • Onde tirar a foto – Um fundo sem distrações é o ideal, afinal não queremos que as pessoas prestem mais atenção no fundo do que em você. Isso não quer dizer branco necessariamente, um fundo do local onde você trabalha ou com um pouco da natureza geralmente funcionam bem.

Foto de capa

A foto de capa é uma oportunidade de reforçar a sua imagem, ela deve ser algo que mostre quem você é.  Além disso, apenas o fato de você não estar utilizando a imagem padrão do LinkedIn, já mostra que você se importa com como você se apresenta, o que é um ponto positivo para chamar a atenção de visitantes no seu perfil.

Para escolher uma foto adequada lembre-se que o tamanho ideal é de 1584×396 pixels. Imagens que te identifiquem como profissional são uma boa pedida, algo que você tenha interesse ou o próprio local em que você trabalha são interessantes. Caso você faça apresentações frequentemente, uma foto sua dando uma palestra pode ser uma boa pedida, por exemplo.

O título é de extrema importância pois é a primeira coisa que alguém irá ler no seu perfil. Além disso, é o que aparece quando você adiciona alguém, quando você aparece em uma pesquisa e posta algo e é o ponto que mais pesa em pesquisas na plataforma. Portanto, o título é chave para uma primeira impressão positiva e para explicitar exatamente qual o valor que você pode gerar em uma empresa.

Fazer tudo isso em apenas 120 caracteres pode ser desafiador. Entretanto uma dica exposta pela revista Forbes de utilizar uma fórmula simples para deixar sua marca no título e fazer ele se destacar é a seguinte:

Trabalho atual e empresa + palavras chaves + tempero

Trabalho atual e empresa – Mostram o que você faz atualmente, dando relevância ao seu perfil. Além disso mostram comprometimento com o seu atual trabalho.

Palavras-chave – são a “chave” para ser encontrado em pesquisas do LinkedIn; elas influenciam como os resultados das pesquisas aparecem. Tente entender todas as palavras que alguém utilizaria para encontrar você, ou então alguém adequado para o trabalho que você procura (respeitando a realidade das suas experiências) e as inclua no seu título.

Tempero – Algo que torne você interessante e que faça os outros quererem conhecer você. É algo que comunica como você faz o que faz e por que. É o fator que faz você se diferenciar do ordinário.

Resumo pessoal (Sobre)

Pense no seu resumo como o seu elevator pitch. É aqui que você irá se vender para possíveis novos contatos, recrutadores ou clientes em potencial. A questão que surge então é de como despertar o interesse dessas pessoas. Simplificando, inclua sua experiência, habilidades e interesses, assim como suas paixões, motivações, objetivos e o que o torna único como profissional. Não tenha medo de deixar mostrar um pouco da sua personalidade.

Algumas dicas neste ponto são: tentar incluir palavras-chaves que um recrutar poderia utilizar em suas pesquisas de potenciais candidatos e colocar suas habilidades técnicas mais importantes, principais trabalhos e palavras relacionados à sua área de atuação. Isso aumenta a visibilidade do seu perfil. Além disso, começar de forma marcante, que instigue quem está visualizando o seu perfil a clicar em “ver mais” é de extrema importância. Portanto comece com as informações mais relevantes sobre você. Pense no seu diferencial, nas habilidades que contribuem para você ter resultados ou em por que você ama seu trabalho. Todas essas questões podem levar a um início convincente e cativante.

É importante ressaltar que o resumo do LinkedIn não é o local para uma biografia completa. Entretanto é um ótimo local para você contextualizar sua história profissional, evidenciar suas realizações e expor o que o torna ótimo no seu trabalho. Além disso, deixar dicas do que espera do futuro é interessante para recrutadores saberem se a vaga que eles têm em aberto faz sentido como seu próximo passo. Os turning points da sua carreira, ou motivos de você ter mudado de empresa ou função também são um bom ponto a se explorar. Por fim, suas maiores realizações também não devem ser esquecidas para se obter maior impacto. Nesse caso, pode-se também colocar realizações que não caberiam em nenhuma experiência específica do seu currículo.

Descrição detalhada

Para criar rapidamente suas experiências basta colocar o seu currículo nesta parte. Feito isso, procure adicionar mais informações. De forma geral, empregadores esperam que o seu currículo seja mais resumido e condensado para o trabalho que você está procurando mais especificamente, entretanto o LinkedIn pode ser mais vasto e completo.

O mais intuitivo é colocar as experiências profissionais de forma que as mais recentes sejam vistas primeiro, buscando informar o nome da empresa (utilize a página oficial da empresa para adicionar credibilidade ao perfil), o cargo, o período e as atividades desempenhadas. É interessante tentar expor o valor que você criou enquanto estava nesse trabalho, mostrando resultados específicos obtidos através da sua atuação em determinado cargo.

Quanto a formação acadêmica, da mesma forma que a empresa, utilize a página oficial das instituição de ensino, isso pode facilitar o contato com outros egressos dessa instituição. Além disso, vale a pena colocar a participação em atividades extracurriculares e méritos ou prêmios recebidos.

Uma dica é adicionar links com arquivos de projetos, PDFs, apresentações, notícias ou outras mídias relacionadas às atividades que você desenvolveu em cada experiência de trabalho. Além disso, pode-se utilizar a seção de projetos para adicionar uma descrição mais detalhada de cada projeto executado sem sobrecarregar a seção de experiências do seu perfil.
Isso é especialmente importante para profissões em que se pode criar um portfólio de trabalhos, como engenheiros, arquitetos, consultores, entre outros.

Ganhando credibilidade

Agora que você construiu um perfil sólido mostrando sou trajetória profissional e mostrando o valor que você pode agregar a possíveis empregadores, é importante mostrar a veracidade dele. A melhor forma de fazer isso é ter ouras pessoas atestando suas capacidades por você, reforçando e consolidando aquilo que você colocou no seu perfil através de recomendações e endossos.

Recomendações

Recomendações são a melhor forma de conseguir essa credibilidade extra no LinkedIn. Tenho certeza que todos possuem pelo menos uma pessoa com quem já trabalhou junto que poderia dizer coisas boas sobre sua forma de trabalhar e ressaltar suas qualidades. Portanto, a melhor forma de se conseguir essa recomendação é realmente falar diretamente com a pessoa e pedir pra ela. Entretanto, o ideal não é apenas solicitar uma recomendação dizendo algo do gênero: “Ei, você poderia me dar uma recomendação no LinkedIn?”, tente já descrever para pessoa o que você está buscando e como ela pode ajudar. Isso pode ser feito solicitando que a pessoa ressalte alguma característica valiosa para você ou pedindo para que ela descreva a experiencia com você em determinada situação ou projeto.

Além disso, lembre-se de que as recomendações têm datas marcadas, então o mais interessante não é subitamente ter 10 vezes mais recomendações porque você solicitou a todos que fizessem isso por você. Tente deixar um tempo para pedir a diferentes pessoas. Isso torna as recomendações mais legítimas e naturais. Uma outra forma de conseguir recomendações é tomar a iniciativa e recomendar alguém antes, o que é uma boa alternativa quando não se possui tanta abertura com a pessoa. Nesse caso, o LinkedIn mesmo fará o trabalho de lembrar essa pessoa de te recomendar de volta.

Habilidades e endosso (Skills endorsement)

A seção de habilidades é muito importante para mostrar suas capacidades e conhecimentos, então faça bom uso dela para destacar suas competências. É importante que essas habilidades estejam alinhadas com o seu perfil como um todo e reforcem a imagem que você quer passar. Além disso, essa seção é excelente para incluir palavras-chave que possam ser utilizadas por recrutadores na pesquisa de candidatos. Uma dica nesse quesito é utilizar palavras-chave já reconhecidas pelo LinkedIn e não incluir novas palavras, assim suas chances de aparecer em uma busca são maiores. Outro ponto importante nesse quesito são os endossos (endorsement). Essa é uma forma simplificada de recomendação na qual outros usuários do LinkedIn podem atestar que você realmente possui tal habilidade. Os endossos podem te auxiliar a subir nas pesquisas relacionadas a determinada palavra-chave e também adicionam credibilidade ao seu perfil.

Dicas finais

URL do perfil

Como padrão ao se criar um perfil no LinkedIn um URL será gerado automaticamente para a sua página. Esse URL geralmente possui um formato que não é tão fácil de ser transcrito no navegador ou que não deixa claro que é seu. Felizmente é extremamente fácil alterá-lo de forma a torná-lo mais pessoal e profissional, o que fica muito melhor no seu currículo por exemplo. Para fazer isso, na página do seu perfil no canto superior direito existe um link “ Editar perfil público e URL”. Ao clicar nesse link, novamente no canto direito você poderá editar o URL do perfil para algo que mostre que ele é seu.

Perfil privativo em pesquisas

De nada adianta você criar um perfil excelente se as pessoas não podem vê-lo. Desta forma, é importante tornar o seu perfil público caso ele já não esteja. Isso pode ser feito no mesmo link citado acima “Editar perfil público e URL”. Na barra do lado direito você pode escolher quem terá acesso ao seu perfil e a quais partes. Outra dica é alterar em configurações>privacidade a opção como os outros veem sua atividade no LinkedIn, e selecionar para que aparece seu nome e título, torando assim suas interações mais notáveis na rede e aumentando o alcance do seu perfil.

Perfil 100% completo

Não completar o perfil ao criá-lo é um erro comum, o qual visualmente faz com que os recrutadores e tomadores de decisão se sintam como se você tivesse metade da tarefa. Se não fosse só isso, o algoritmo de busca do LinkedIn vai classificar seu perfil mais alto se estiver 100% completo, então complete o seu perfil o quanto antes caso alguma seção esteja faltando.

Tendo conhecimento dessas dicas, tenho certeza que você pode construir um perfil realmente atrativo nesta rede social que pode te ajudar muito em sua carreira. Então coloque isso em prática, não esqueça de visitar o seu perfil frequentemente, de mantê-lo atualizado e interagir com outras para realmente aproveitar todo potencial do LinkedIn.